Nos tempos que correm, cada vez mais as empresas adoptam as chamadas estratégias de internacionalização.

Com o alargamento dos mercados e a globalização, as empresas não se podem simplesmente limitar ao lugar que conquistaram no mercado. A concorrência é cada vez maior e há que adoptar novas estratégias de modo a reagir aos desafios que se colocam.

Nos últimos anos tem-se verificado um forte acréscimo a nível das trocas internacionais. De forma crescente, os mercados nacionais vão-se abrindo ao mercado global, surgem novos actores e novos modelos de negócios.

É de extrema importância estar ciente dos principais obstáculos à entrada nos mercados estrangeiros. Isto exerce influência a nível da adaptação dos seus produtos ou serviços às regulamentações locais. A própria localização apresenta os condicionamentos derivados da concessão de licenças, os regimes fiscais diferem de país para país, embora estejamos actualmente dentro dum espaço europeu sem fronteiras.

A melhor maneira de minimizar as barreiras administrativas e legais à entrada do outro país é ter um entendimento perfeito dos documentos e da legislação em vigor no país em questão, bem como dos gostos e costumes locais. Os consumidores estrangeiros têm necessidades e comportamentos distintos.

De modo a superar estes obstáculos à entrada no outro país, convém consultar um bom profissional. Um bom tradutor, além do domínio perfeito das técnicas de tradução e do extenso vocabulário nas duas línguas, deve também estar familiarizado com a cultura do dois países de modo a compreender completamente os seus costumes e empregar os vocábulos e as expressões mais correctas.

Ficou com curiosidade? Consulte a página do tradutor de documentos oficiais de Alemão e Inglês para Português, e vice-versa, em www.hugodesa.com

 

Comment